um rolo sofrido



um azar de rolo, que vinha com fogging e estes riscos esquisitos que vocês veem não sei do que são. ainda não consegui descodificar o mistério. mas aqui fica a desgraça só porque foram assim os meus dias de praia - às 7 da tarde a ler.
 2ª feira vou buscar um rolo da yashica ao laboratório e tenho outro para revelar mal chegue a espiral.
Tenho que acabar a máquina descartável porque quero ver o resto das fotografias de paredes de coura entre as quais estão as fotografias com o Patrick Watson, o maior fofo.
E já agora, tenho uma espiral AP universal para vender. está dentro da caixa e só foi usada 1 vez. quem estiver interessado que me diga. e quem esteja a iniciar na revelação que aproveite.


(agora vocês pensam "isto agora são só fotografias cheias de lixo, riscos, etc...oh inês"  pois amigos podem bater-me. reclamem. barafustem. manifestem-se. mas nunca ninguém dá sinal de vida apesar de andarem por cá...sim, eu sei que vocês andam aqui!)